quarta-feira, 22 de junho de 2016

FESTA JUNINA.

No dia 18 de junho de 2016 a E.E.B.Adolfo Silveira, realizou uma linda e grandiosa festa junina com comidas típicas, barraquinhas, DANÇAS, diversão e muita alegria.
Parabéns a todos que estiveram envolvidos na organização e nas apresentações da festa.













Educação Especial - Atividade Sobre Cultura Regional

O aluno Claudinei Rodrigues da Educação Especial e do 1° ano do EM desenvolveu na disciplina de sociologia um trabalho com o tema "A Influência da Cultura no Meio em Que Vivemos", orientado pelo 2° professor Omar Líbero e pela professora Cleci Rosário de Lima. Com o objetivo de intensificar cada vez mais a inclusão dos alunos especiais no ensino regular, podemos através de atividades como esta mostrar o processo de adaptação que estes alunos obtiveram e a capacidade que os mesmos podem estar desenvolvendo para que, de fato, se sintam inclusos.






quarta-feira, 15 de junho de 2016

"CAMINHADA DE SENSIBILIZAÇÃO PARA PRESERVAR O MEIO AMBIENTE."

No dia 14/06 todos os educandos e educadores da E.E.B. Adolfo Silveira, participaram de uma caminhada de conscientização para preservar o meio ambiente, nas principais ruas do município de Paraíso, com parada na rua do Sicoob e Cooper Alfa, para apresentações dos alunos de 6º a 3º ano EMI, entre elas: danças, poesias, jogral e música tocada com violões e cantada.

Se queremos um mundo melhor para nossos filhos, devemos deixar filhos melhores para o mundo."
         Todos os dias nos jornais na televisão notícias de deixar o coração entre as mãos, numa parte do globo, cheias, inundações, tornados... Noutra parte do globo, secas, complicações, safras agrícolas perdidas... Muita chuva... muito sol... muito frio... muito quente... O homem caminha fingindo, até quando?

Na corrida pelo desenvolvimento o uso dos recursos naturais é imenso e sua utilização de maneira imprudente já apresenta conseqüências: as florestas praticamente se esgotaram; grandes extensões de terras já perderam a fertilidade pela erosão ou pelo desgaste dos nutrientes do solo, além disso, ocorre a contaminação pelo uso abusivo dos agrotóxicos e fertilizantes químicos; muitas espécies de animais estão a beira da extinção ou com populações diminuídas; fontes de água secaram ou estão poluídas; O lixo disperso por toda a parte, contribuindo para as inundações e proliferação de doenças; e, o ar que nas grandes cidades está irrespirável, pela intensa poluição causada pelas indústrias e queima de combustíveis fósseis, fenômenos estes que desencadeiam o aquecimento global e outros impactos sobre as condições da vida no planeta Terra.

Os problemas sociais e ambientais decorrentes do desenvolvimento que deteriora a natureza nos leva ao reconhecimento da urgente necessidade de se criar meios adequados de poupar o meio ambiente e garantir que as gerações futuras possam usufruir com responsabilidade do que a natureza oferece.

Assim, todos, somos convidados a colaborar através de pequenos atos, que darão início às grandes transformações que devem ser assumidas por todos neste século XXI.

• Aproveite ao máximo a luz do sol, abra janelas, cortinas, persianas;
• Coloque a geladeira em lugares estratégicos, longe do fogão e da luz solar – isso economia energia;
• Dê preferência ao varal ao invés da secadora para secar roupas;
• Economize energia, o meio ambiente agradece e seu bolso também; 
• Em hipótese alguma desperdice água;
• Escreva nos dois lados do papel;
• Feche o chuveiro enquanto se ensaboa;
• Mantenha a torneira fechada ao escovar os dentes;
• Não jogue lixo em terreno abandonado;
• Não jogue lixo em vias públicas ou em áreas verdes;
• Não jogue óleos no esgoto;
• Não passe roupas aos poucos e evite deixar o ferro ligado por muito tempo;
• Não seque nada no motor da geladeira;
• O que você não usa mais pode ser reaproveitado por outras pessoas;
• Quanto menos usar de materiais plásticos, melhor;
• Reaproveite tudo que puder;
• Separe os lixos recicláveis dos não-recicláveis;
• Tire da tomada os aparelhos eletrônicos que não estão em uso;
· Dê destino correto aos resíduos produzidos em sua casa;
· Faça o manejo correto de fertilizantes e defensivos agrícolas, obedecendo as recomendações técnicas.


A EEB Adolfo Silveira assumiu desde 2011 o compromisso de desenvolver o projeto “Água: A Flor da Vida”, que trata sobre a recuperação e revitalização do Rio das Flores se justifica em função de que é do Rio das Flores que é retirada a água que abastece a cidade e, este está em situação de risco, deixando também toda a população vulnerável.
                   Em pesquisa recente, divulgada pela UNOESC de São Miguel do Oeste - SC, identifica-se que 94% das águas da região, de fontes superficiais e poços semi-artesianos estão contaminadas, situação que nos preocupa e nos sensibiliza para o cuidado com o Rio das Flores, de onde é captada água para o tratamento e abastecimento de nossa cidade.
Segundo diagnóstico feito já em 2011, os ribeirinhos do Rio das Flores relatam que em época de enchentes, desce muito lixo (plásticos, PET...), inclusive animais mortos; há desmoronamento e erosão em muitas partes do rio; em muitas propriedades as lavouras chegam até a margem e a aplicação de defensivos e fertilizantes também; muitas propriedades tem o rio como única fonte de água para os animais, sendo que os mesmo aproveitam para se banhar e disseminar doenças; nas propriedades que margeiam o rio abaixo da barragem houve diminuição da vazão e em períodos de estiagem, nem mesmo corre; com a construção da PCH Salto das Flores destruiu-se muita vegetação; e ainda, há pessoas banhistas nas proximidades de captação de  água da CASAN.
         Diante da situação exposta, a EEB Adolfo Silveira (onde se concentra o maior número de alunos, oriundos de todo o município) assumiu o compromisso de sensibilizar e fazer algo em prol da recuperação e revitalização do Rio das Flores.    O grupo escolar tem ciência que, só através de um longo e permanente processo educacional se pode mudar paradigmas e transformar em realidade situações utópicas. Sendo necessário unir junto ao processo de Educação Ambiental formal e informal, ações concretas para solucionar os problemas que existem. Quanto mais a comunidade se envolver e cooperar, mais eficiente será o resultado.
Considerando os fatores acima, almeja-se o envolvimento da população, pois se as pessoas continuarem a jogar lixo no rio, a usar defensivos agrícolas em excesso, aplicarem adubação sem limites, devastarem a mata ciliar, entre outros, todos os órgãos ambientais podem promover ações de limpeza, plantio de árvores...  que o rio não estará salvo. Com este projeto queremos que as pessoas se dêem conta do que está acontecendo com o rio e se sintam comprometidas em salvá-lo.
        

O Objetivo geral é sensibilizar a população do Município de Paraíso, sobre a necessidade de cuidar do Rio das Flores, desenvolvendo ações práticas de recuperação e revitalização do rio de onde vem a água que abastece nossa cidade.

4. ATIVIDADES DESENVOLVIDAS
- Apresentação do projeto “Água: A Flor da vida” – Projeto de Recuperação e Revitalização do Rio das Flores a todas as turmas da Unidade Escolar;
- Visita dos alunos de 3º ano do Ensino Médio da escola às propriedades ribeirinhas para diagnosticar a real situação do Rio das Flores. (2011)
- Organização da horta/estufa escolar para produção de mudas nativas, chás, temperos e hortaliças. (2012 e mantida até hoje)
- Seminário Municipal do Meio Ambiente (2012) para apresentação dos resultados da pesquisa/diagnóstico feitos no ano anterior, onde se identificou as seguintes necessidades:
·        Recolha dos materiais recicláveis das comunidades do interior, ao menos uma vez por ano, permitindo o destino adequado do lixo. De acordo com o diagnóstico feito em 2011 a grande maioria dos agricultores queimavam ou enterravam o lixo produzido. Atualmente temos duas campanhas anuais; uma que ocorreu no mês de maio e outra prevista para outubro deste ano. A comunidade colabora muito e acha muito positiva a iniciativa. O material recolhido é destinado a uma cooperativa de catadores do município vizinho de São Miguel do Oeste - SC;
·        Campanha de sensibilização para o uso da sacola retornável ao invés da plástica, inclusive com panfletagem e apresentação na câmara de vereadores, esclarecendo os motivos pelos quais a sacolinha plástica poderia ser substituída pela retornável; motivar o poder público a criar lei de abolição das sacolinhas plásticas dos supermercados do comércio local (teve-se sucesso, a lei foi aprovada em 2014);
·        Isolamento com cerca das margens do rio e recomposição da mata ciliar, com o objetivo de proteger e melhorar a qualidade da água. Então assim foi trabalhado:

-Em 2013, escolheram-se duas propriedades em situação mais crítica de devastação da mata ciliar. A turma escolhida para participar foi o 1º ano do Ensino Médio Inovador (1º ano – EMI) e tivemos as seguintes atividades propostas:
- Medição e demarcação da margem onde será colocada a cerca de arame. A turma calculou a quantidade de arame e palanques necessária e o custo para cercar esta área.
- Identificação dos principais agentes poluentes ou contaminantes (objetos, dejetos, substâncias...) no Rio das Flores e em suas margens. Recolha do lixo deste ambiente.
- Observação dos tipos de vegetação encontrada (nativas e exóticas) e as mudanças provocadas pelo homem neste espaço.
- Os proprietários fizeram o isolamento das margens do Rio das Flores nestas duas propriedades, em 2014. Os recursos financeiros foram subsidiados pela cooperativa de crédito SICOOB São Miguel de São Miguel do Oeste – SC.
- Em 2015, a mesma turma (agora no 2º ano – EMI) que desenvolveu as atividades anteriores voltaram a estas propriedades e fizeram o plantio de mudas nativas às margens do Rio das Flores. Neste mesmo ano, 02 novas propriedades foram beneficiadas com recursos para a compra de material para o isolamento das margens;
- Em 2016, a mesma turma, hoje 3º ano – EMI, voltaram às propriedades para observar a evolução e reconstituição da mata ciliar, bem como fazer o replantio de algumas mudas.
- No dia 19/05/2016, foi desenvolvida a ação de plantio de espécies nativas na propriedade do Sr. Ivair Pereira dos Santos, onde o proprietário já fez o isolamento. Desta vez uma nova turma começa diretamente no projeto (1º ano –EM).
- As ações de isolamento e plantio de espécies nativas continuarão nos próximos anos. Gostaríamos de sensibilizar a comunidade sobre o cuidado com todas as fontes de água e que sejam recuperadas e isoladas as margens de outros riachos, sangas e córregos, que desaguarão nos rios maiores.
- O projeto conta com parceria da EPAGRI, SICOOB São Miguel, prefeitura, Câmara de vereadores e secretarias municipais. Agradecemos a todos os parceiros e envolvidos.

















quinta-feira, 9 de junho de 2016

ATIVIDADE DE SENSIBILIZAÇÃO ECOLÓGICA. 19/05

Na tarde da quinta-feira, 19/05/2016, estiveram envolvidos cerca de 30 alunos do 1º ano vespertino, professores e representantes da EPAGRI e SICOOB em uma atividade de sensibilização e conscientização ecológica, com plantio de mudas nativas às margens do Rio das Flores, onde foi cercado em 2015.
A atividade aconteceu na propriedade do Sr. Ivair Pereira dos Santos, na Linha Salto das Flores, interior do município de Paraíso, objetivando sensibilizar a comunidade local sobre a importância de cuidado e proteção ao Rio das Flores, de onde é captada água pela ETA (Estação de Tratamento de Água) da CASAN que abastece a cidade.
O plantio de mudas nativas é uma ação planejada no projeto “Água: A Flor da Vida” – projeto de Recuperação e Revitalização do Rio das Flores, que teve inicio em 2011.











quarta-feira, 8 de junho de 2016

Revisita as propriedades de Werno e Ari.Dia 12/04

Atividade realizada com a turma do 3 º ano EMI (Ensino Médio Inovador), com observação das mudanças ocorridas com a flora após o plantio, nas margens do rio e replantio de mudas, recolha de lixo trazido pelo rio.